Arquivo de etiquetas: Qatar

Doha deserta no Ramadão

A cidade estava deserta. Cafés e restaurantes apagados e encerrados em plena hora de almoço. As pessoas ou recolhidas ou sentadas, no vagar característico do Ramadão. Das janelas e nas muitas paragens pela cidade, vi o contraste entre a parte moderna e em crescimento da cidade, com a parte velha. Sublime. O espaço público é limpo. O Museu Nacional do Qatar foi inaugurado em Março e, quanto a  mim, é a mais bonita obra de Engenharia da minha empresa, Hyundai. Pretende imitar a rosa do deserto. Os falcões, as cavalariças, as galerias de arte e os objectos árabes à venda. Tudo no devido lugar. Mas o Koweit pertence-me mais um bocadinho.

IMG_4064_copyIMG_4111_copyIMG_4106_copyIMG_4080_copyIMG_4072_copyIMG_4102_copyIMG_4060_copyIMG_4194_copyIMG_4189_copyIMG_4184_copyIMG_4139_copyIMG_4142_copyIMG_4154_copyIMG_4172_copyIMG_4176_copyIMG_4169_copyIMG_4092_copyIMG_4187_copyIMG_4317_copyIMG_4200_copyIMG_4311_copyIMG_4199_copyIMG_4201_copyIMG_4204_copyIMG_4227_copyIMG_4237_copyIMG_4230_copyIMG_4246_copyIMG_4213_copyIMG_4214_copyIMG_4209_copyIMG_4220_copyIMG_4248_copyIMG_4249_copyIMG_4250_copyIMG_4252_copyIMG_4253_copyIMG_4254_copyIMG_4255_copyIMG_4262_copyIMG_4266_copyIMG_4270_copyIMG_4280_copyIMG_4283_copyIMG_4293_copyIMG_4304_copyIMG_4299_copyIMG_4268_copyIMG_4298_copyIMG_4305_copyIMG_4307_copyIMG_4313_copyIMG_4316_copy

Safari pelo deserto em Doha

6 de Maio de 2019. O meu aniversário em Doha. E é o primeiro dia do Ramadão que se reflecte de forma absoluta nos países muçulmanos, como é o caso do Qatar. Cheguei bastante cedo ao aeroporto mas grande parte das lojas irão manter-se fechadas. É, portanto, proibido ingerir alimentos e beber desde o nascer ao desaparecer do Sol. De qualquer forma, dirigi-me ao balcão da Qatar para reservar uma expedição ao deserto da parte da manhã e uma visita para reconhecimento da cidade da parte da tarde. Viver no Koweit tem sido uma espécie de ensaio para uma ida ao deserto nestas condições. E há muitos lugares do mundo só com areia em redor para sair da rotina e desfrutar de uma aventura diferente. Eu gosto disso. O safari pelo deserto permite experimentar emoções mais fortes pela adrenalina da subida e descida das dunas. Nos 4×4 é possível experimentar duna bashing, que é o carro fazer atravessar-se de lado em manobras mais ou menos alucinantes descendo da crista das dunas, enquanto que no bus são os saltos próprios da acção dos amortecedores em pneus de 1 metro e meio de diâmetro. Viajar sozinho faz com que se tenha mais proximidade com as outras pessoas que embarcam nas mesmas aventuras. Uma menina brasileira que ria muito alto confessando tratar-se da experiência da vida dela. Um casal croata que vinha da China, falou-me das montanhas Tianzi. Mais à frente, foi a oportunidade de cumprimentar o Golfo do lado de lá, antes da paragem da praxe com os dromedários.

IMG_3945_copyIMG_3951_copyIMG_3961_copyIMG_3962_copy20190506_103402_blogIMG_3968_copy2IMG_3988_copy20190506_111918_copy20190506_112312_copy20190506_113706_copyIMG_3978_copyIMG_3991_copyIMG_3998_copy20190506_103431_copyIMG_4005_copy20190506_103453_copy220190506_103531_copy20190506_103603_copy20190506_103607_copyIMG_4023_copyIMG_4027_copyIMG_4037_copyIMG_4048_copyIMG_4052_copy